DEUS ME DISSE NÃO!

DEUS ME DISSE NÃO!

 

Todos nós esperamos receber um “sim” de Deus quando suplicamos seu favor. Pouco pensamos que Deus também diz “não” para seus filhos, talvez porque recebemos forte influência do utilitarismo religioso dos nossos dias. Às vezes, transformamos arrogância e insubmissão em atos de fé, desejando amoldar a vontade de Deus às nossas vontades. Mas, é preciso lembrar constantemente que Deus também nos diz “não”.

Deus disse “não” para o desejo de Moisés quando este avistou a Terra Prometida (DEUTERONÔMIO 34:4). Ele disse “não” para Davi quando este quis edificar uma Casa ao Senhor (I CRÔNICAS 17:1-4) e também para o Profeta Natã, que havia aprovado os planos de Davi. Os Apóstolos receberam um “não” de Deus quando quiseram seguir viagem para Bitínia (ATOS 16:7). Paulo também ouviu um “não” de Deus quando desejou livrar-se do seu “espinho na carne” (II CORÍNTIOS 12:7-9).

Eu também ouvi um retumbante “não” da parte de Deus há alguns dias, quando estava em viagem de retorno das férias com a minha família. De repente, o automóvel no qual estávamos apresentou um defeito duradouro que parecia ter relação com a passagem de combustível e perdeu a força. Viajamos em baixa velocidade por dezenas de quilômetros até que chegamos a uma grande cidade. Após deixar minha família em segurança, fui buscar assistência técnica, quando percebi nesse instante que o automóvel já não tinha defeito algum. Por prudência, insisti em buscar auxílio, mas somente na sétima oficina procurada fui atendido.

Fiquei impressionado com o insistente “não” que ouvi. Em uma oficina, o aparelho adequado estava estragado, em outra o técnico havia saído e esqueceu o celular na oficina, numa outra o pátio estava cheio, até que consegui assistência na sétima oficina procurada. Desta vez, após utilização de um moderno aparelho, o técnico me disse que o automóvel estava perfeito e que a memória eletrônica não apresentava registro de qualquer problema. Segui viagem com atraso de, pelo menos, três horas. Nenhum defeito surgiu no veículo durante a viagem que durou quase mil quilômetros depois da “parada” forçada.

O “não” de Deus pode ser entendido como um “sim”. Eu e minha esposa entendemos que Deus não nos permitiu seguir viagem no momento planejado por nós. Lembramos que, antes de iniciarmos a viagem, oramos com nossos filhos no interior do veículo pedindo a Deus que nos livrasse de perigos e nos permitisse chegar em paz à nossa casa. Deus, em sua soberania, me fez esperar até que o tempo de partida determinado por Ele chegasse. Que bom saber que, por amor, Ele ouviu nossa oração e nos disse “não”. Chegamos em casa felizes e em segurança, apesar de termos chegado horas depois do horário que planejamos.

Meu Deus sabia que eu queria seguir viagem rapidamente. Ele ouviu a minha oração feita no início da viagem. Mas, naquele dia Ele me disse não. Certamente, Ele fez o melhor por mim e por aqueles a quem tanto amo. Você está preparado para ouvir “não” de Deus e alegrar-se com a boa, perfeita e agradável vontade do Pai?

 

 

                                                                                                     Pr. Tarcísio Farias Guimarães

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *