A NOITE QUE DURARÁ ANOS

A NOITE QUE DURARÁ ANOS

 

Ryan Lochte, 32 anos, atleta norte-americano, tornou-se medalhista olímpico 12 vezes após vencer novas provas como nadador no Rio de Janeiro. Conhecido por sua capacidade física e personalidade forte, tem sido notícia nas piscinas e fora destas. Mais uma vez, ultrapassando os limites morais e desportivos, sua conduta fora das piscinas chamou a atenção de todo o mundo, após protagonizar atos de vandalismo num posto de combustível da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. Ele mentiu para a polícia brasileira e para a imprensa internacional ao alegar que foi assaltado, escondendo o que realmente fez naquela noite. Descoberta a mentira, ficou a lembrança de uma “noitada” que durará anos, já que as suas consequências não se foram com a chegada dos raios de sol do domingo que nascia.

A noite desregrada não acabou para Lochte porque, em consequência de tudo que ele fez, foram encerrados excelentes patrocínios estimados em mais de 2 milhões de dólares anuais. Marcas famosas eram suas parceiras, mas agora não querem qualquer vínculo com a imagem de um atleta irresponsável, mentiroso e influenciador negativo. Talvez, alguns dos seus sonhos serão desfeitos porque não haverá financiamento farto para os projetos dos próximos anos.

Lochte ainda terá que responder ao processo instaurado pela Polícia do Rio de Janeiro por falsa comunicação de crime. O FBI, Polícia Federal dos Estados Unidos, também intimará o nadador a prestar esclarecimentos. Há ainda a possibilidade de receber censura do Comitê Olímpico do seu país, o que pode gerar multas e até mesmo o banimento do atleta das piscinas, o que significaria a despedida precoce do esporte no qual ele ainda pode dar muito de si.

A mentira de Lochte gerou indignação nos brasileiros que, cansados com a violência em suas cidades, ficaram expostos mais uma vez e sem motivo justo. A imprensa sentiu-se enganada e protestou contra Lochte. A mãe do nadador também foi enganada e a namorada do atleta soube que estava sendo enganada constantemente, pois, as “noitadas” do namorado famoso eram recheadas de mulheres com as quais se envolvia.

Desta história lamentável, fica a certeza de que nossas escolhas sempre nos trazem consequências, às vezes insuportáveis e mais duradouras do que desejamos. Não dá para se viver a vida “loucamente” e esperar que as consequências sejam saudáveis. O comportamento descolado que muitos jovens assumem, tem sido, em muitos casos, um disfarce para a falta de limites e de respeito àqueles que o cercam.

A juventude é uma fase surpreendente e cheia de vigor, por isso mesmo deve ser vivida com reflexão, senso de propósitos e temor a Deus, como nos ensina ECLESIASTES 11:9 a 12:1a, que diz: “Alegra-te, jovem, na tua mocidade, e recreie-se o teu coração nos dias da tua mocidade, e anda pelos caminhos do teu coração, e pela vista dos teus olhos; sabe, porém, que por todas estas coisas te trará Deus a juízo. Afasta, pois, a ira do teu coração, e remove da tua carne o mal, porque a adolescência e a juventude são vaidade. Lembra-te também do teu Criador nos dias da tua mocidade”.

Uma noite pode determinar aquilo que acontecerá em sua vida por anos, por isso, você precisa cuidar muito bem de si e das suas escolhas agora. Busque sabedoria vinda de Deus hoje!

 

Pr. Tarcísio Farias Guimarães

 

Deixe uma resposta